Portugal é o único Estado da União Europeia a integrar a lista dos 10 países menos seguros para navegar na Internet, mostra um relatório preparado pela empresa de software de segurança AVG. Em cada 43 ligações à Internet uma corre o risco de ataque informático.

A Turquia ocupa o primeiro lugar deste top ten de (in)segurança, seguida da Rússia e da Arménia. O risco de ser alvo de um ataque nestes países varia entre 1 em cada dez utilizadores, na Turquia, e um em cada 24, na Arménia.

Os Estados Unidos também fazem parte dos países com mais riscos, sendo o 9º mais inseguro para navegar na Internet. Em cada 48 ligações um internauta norte-americano corre o risco de ser atacado.

No extremo oposto, entre os países mais seguros, a AVG distingue o Japão, embora não lidere a lista de menor número de ataques por acesso, que é encabeçada pela Serra Leoa e a Nigéria. Apesar destes países africanos terem um índice de ataques possíveis de 1/696 e 1/442, é a elevada penetração de uso da Internet no Japão que faz com que a taxa apurada de um ataque em cada 403 ligações seja tão relevante.

[caption]quadro[/caption]

O relatório, divulgado no final de Agosto, baseia-se na recolha de dados efectuada em Julho, tirando partido da informação de mais de 100 milhões de computadores em 144 países com software da AVG instalado.

Em termos globais o risco de sofrer um ataque informático na ligação à Internet é de uma em cada 73 ligações, sendo que a América do Norte é a região mais segura, seguindo-se a Europa.

Não perca as principais novidades do mundo da tecnologia!

Subscreva a newsletter do SAPO Tek.

As novidades de todos os gadgets, jogos e aplicações!

Ative as notificações do SAPO Tek.

Newton, se pudesse, seguiria.

Siga o SAPO Tek nas redes sociais. Use a #SAPOtek nas suas publicações.