Os dados são do relatório "Comércio Eletrónico de Viagens em Espanha e Portugal", publicado pela Informa D&B, e indicam ainda que os portais espanhóis viram crescer o seu negócio 5,8% em 2013, até aos 8.535 milhões de euros. As vendas em Portugal aumentaram de forma mais moderada (+4,8%), situando-se nos 1195 milhões.

Por tipo de operador, as receitas geradas pelas companhias aéreas através de sites próprios situaram-se, em 2013, nos 4.049 milhões de euros no conjunto do mercado ibérico, mais 2,4% do que no ano anterior, valor que representou 41,6% da faturação total.

Por seu lado, o negócio realizado pelas agências de viagens virtuais alcançou os 3.390 milhões de euros, com um aumento de 7,3% em relação ao exercício de 2012, concentrando 34,8% da faturação total.

O restante mercado ibérico de viagens online repartiu-se entre cadeias hoteleiras (10,9%), empresas ferroviárias (5,2%), agências de viagens tradicionais (4,8%) e empresas de rent-a-car (2,7%).

Escrito ao abrigo do novo Acordo Ortográfico

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Notificações

Subscreva as notificações SAPO Tek e receba a informações de tecnologia.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.