Os computadores de secretária e os portáteis continuam a ser o meio mais usado para navegar na Internet. No mês analisado pela Marktest, 72% do tráfego analisado partiu deste tipo de dispositivos.

A quota é elevada mas há um ano estava nos 80%. O recuo acontece em favor do acesso através de outros dispositivos, sobretudo do smartphone, que absorveu 23% do tráfego, contra os 15% registados há um ano.

A navegação em tablets também contribui para o tráfego gerado a partir de dispositivos móveis, mas representa apenas 5%, um valor que não se alterou no último ano.

Os dados da Marktest constam da última análise do Netscope, que tem por base o tráfego de Internet registado nas páginas auditadas pela empresa de estudos de mercado.    

[caption][/caption]

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.