A distribuição de publicidade e mensagens não solicitadas na Internet tem tomado proporções preocupantes, com os distribuidores de spyware e adware a darem uso a programas de marketing, de empresas verdadeiras, para levar a cabo as suas acções pouco legítimas, revela o relatório "Adware e Spyware: Unraveling the Financial Web" da McAfee.


Os programas são utilizados em sites falsos e instalam-se nos computadores das vítimas, sendo utilizados para "agrupar dados de marketing e distribuir publicidade" ilicitamente, revela a empresa de segurança em comunicado.


Os dados do relatório mostram que actualmente o adware tem prevalência sobre o spyware, estando a aumentar exponencialmente, já que, desde Maio deste ano foram registadas mais de 700 famílias de adware com mais de 6 mil variantes.


Um estudo recente efectuado pelo McAfee SiteAdvisor apurou que 97 por cento dos internautas não conseguem distinguir sites, sendo as páginas destinados às celebridades os maiores propagadores de adware e não as de pornografia como se pensava.


Entre 2003 e 2006, os ataques de adware e o spyware registaram um crescimento de 448 por cento, referiu Renato Lopes, Security Systems Engineer da McAfee Portugal, citado em comunicado.

Notícias Relacionadas:

2006-09-13 - McAfee concentra produtos de segurança numa única suite

2006-05-06 - Panda Software já identificou mais de 6 milhões de exemplares de spyware este ano

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Notificações

Subscreva as notificações SAPO Tek e receba a informações de tecnologia.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.