Embora inicialmente se apresente como uma iniciativa para a massificação do acesso móvel à Internet e da utilização de computadores portáteis nos estabelecimentos de ensino superior, o projecto Campus Virtuais acabará por entusiasmar o resto da população. A Campus Virtuais incentivará a disseminação a nível nacional da banda larga e dos chamados "hotspots", postos de acesso sem fios à Web, referiu Diogo Vasconcellos, gestor da Unidade de Missão Inovação e Conhecimento (UMIC), ao TeK, a propósito do seminário "Internet: Novas Fronteiras e Oportunidades", que a entidade promoveu hoje, no Tagus Park.



A iniciativa Campus Virtuais, ou "e-U", é um projecto do Governo que, na essência, pretende angariar a participação de diversas entidades para facilitar o acesso à Internet nos estabelecimentos do ensino superior e dinamizar a publicação de conteúdos em língua portuguesa.



Nesse sentido, o projecto conta com a participação de empresas produtoras de hardware e software (Apple, Dell, Fujitsu-Siemens, HP/Compaq, IBM, Intel, Microsoft e Toshiba), bancos (BCP, BES, BPI e Caixa Geral de Depósitos), operadores de telecomunicações (Cabovisão, Clix, IOL, ONI, Portugal Telecom, Via Networks e TV Tel) e ainda da FCCN (Fundação para a Computação Científica Nacional).



Os bancos participantes já anunciaram a disponibilização de linhas de crédito com taxas de juro bonificadas até oito por cento para compra de computadores portáteis, numa campanha que decorrerá no final de Março. O objectivo da UMIC é incentivar a aquisição de computadores portáteis com um crédito bancário nunca superior a 50 euros por mês, num prazo máximo de três anos.



Espera-se que até ao final de 2003 se comercializem no âmbito do programa Campus Virtuais perto de 20 mil PCs portáteis.



Com o objectivo de dotar as universidades e politécnicos com redes sem fios de banda larga, até ao final de Março serão instalados seis projectos piloto em todo o país, segundo o revelado durante o seminário hoje realizado. Nos dois primeiros anos, o projecto irá abranger 60 universidades, dispondo de um orçamento de cerca de 25 milhões de euros.



A partir da próxima semana, as universidades e institutos politécnicos já poderão candidatar-se ao financiamento do Plano Operacional para a Sociedade de Informação (POSI) para a implementação do projecto.



Notícias Relacionadas:

2003-01-22 - Campus Virtuais facilitam acessibilidade às TIC no ensino superior

2003-01-20 - UMIC lança Campus Virtuais para massificar acesso móvel à Internet e a PCs portáteis nas universidades

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Notificações

Subscreva as notificações SAPO Tek e receba a informações de tecnologia.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.