Com a aplicação The Human Face of Big Data pessoas de qualquer parte do mundo podem ligar-se e partilhar perspetivas sobre a família, sono, confiança, sexo e sorte, um compromisso que assumem durante sete dias. A aplicação já está disponível em português para Android, chegando ainda esta semana a dispositivos iOS, promete a organização.

A aplicação recolhe dados através da utilização de sensores no telemóvel e das perguntas (algumas das quais provocatórias) lançadas aos utilizadores, que a qualquer momento podem consultar os resultados já obtidos.

A informação obtida pode ser categorizada em três elementos: dados passivos, questões em tempo real e atividades. Os primeiros correspondem à informação que o telemóvel reúne ao longo do dia, como por exemplo até onde é que o utilizador viaja e qual a sua velocidade média.

Em questões e dados em tempo real encontram-se tópicos de partilha de informação sobre a família, segurança e compromissos, podendo os utilizadores comparar as suas respostas a outras já coligidas e ordená-las por idade, género e localização geral.

Por fim, nas atividades, os utilizadores podem submeter fotos, mapear viagens e até descobrir o seu "sósia de dados", utilizadores que têm respostas semelhantes às suas.

Criado por Rick Smolan o projeto The Human Face of Big Data pretende reunir dados para uma iniciativa de media global, que se foca na nova capacidade da humanidade para recolher, analisar, triangular e visualizar enormes quantidades de dados em tempo real.

"O Big Data está a começar a afetar todos os aspetos da nossa existência […] Todas as pessoas têm um smartphone, que se tornou um sensor humano e esta nova capacidade para perceber e medir o mundo em tempo real é algo nunca antes visto no nosso planeta", afirma o criador da aplicação.

No final do projeto, a 2 de Outubro, os dados anónimos vão ser avaliados por investigadores, especialistas nas análise de dados e pedagogos que vão interpretar e visualizar os sete dias de informações transmitidas pelos participantes que utilizaram a aplicação móvel.

Além disto, o projeto pretende fazer uma transmissão em direto do "Laboratório Big Data" para permitir a pessoas de todo o mundo assistirem ao desenvolvimento dos resultados do estudo.

Escrito ao abrigo do novo Acordo Ortográfico

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Notificações

Subscreva as notificações SAPO Tek e receba a informações de tecnologia.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.