O World Wildlife Forum (WWF) divulgou ontem um novo estudo que demonstra que as Tecnologias da Informação e da Comunicação (TICs) poderão contribuir para o desenvolvimento sustentável do planeta, em vez de acelerar a sua destruição.



Intitulado "Sustainability at the Speed of Light", esse documento salienta o modo como as TICs - definidas enquanto "qualquer produto ou sistema que comunica, armazena e processa informação - poderão ter um impacto positivo nas actividade humanas, caso sejam geridas correctamente.



Um dos exemplos apontados pelo WWF sobre as potencialidades das novas tecnologias é que estas permitem poupar energia através de sistemas de controlo remoto em edíficios comerciais ou industriais. Da mesma forma, podem também limitar o crescimento rápido dos transportes e das viagens de negócio através do recurso ao comércio electrónico e às videoconferências.



O estudo demonstra ainda que as TICs podem ajudar nos trabalhos de conservação da natureza através de uma monitorização eficiente da exploração da terra e ajudando a descobrir, através de uma rede de satélites, actividades ilegais, como o abate de árvores em regiões protegidas. De modo a obter resultados concretos, o relatório do WWF apresenta sete áreas em que são necessários progressos, sendo algumas destas os produtos das TICS, o transporte de bens e as alterações nos padrões de produção e consumo.



De acordo com o documento, o maior perigo a nível global é que as TICs sejam apenas utilizadas para tornar a economia mais eficiente, beneficiando delas somente os grupos mais influentes que pretendam somente obter benefícios a curto prazo. O estudo apela para o desenvolvimento de políticas fortes para impedir o surgimento de interesses que apenas irão piorar as actuais tendências negativas no domínio ecológico, social e económico.



O relatório do World Wildlife Forum compreende nove artigos da responsabilidade de especialistas em diferentes áreas de importância para o debate sobre as TICs, tendo por objectivo estreitar o fosso entre os peritos nestas tecnologias e os indíviduos que tomam decisões políticas ou económicas, bem como outros agentes da sociedade.


Notícias Relacionadas:

2002-01-29 - European Regional Development Fund entrega 11,5 milhões de euros a Portugal

2002-01-24 - Comissão Europeia quer utilizar TIC na luta contra a pobreza

2001-11-23 - Nações Unidas apostam nas novas tecnologias para combater pobreza

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Notificações

Subscreva as notificações SAPO Tek e receba a informações de tecnologia.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.