Luís Vieira terminou o curso de Engenharia Eletrotécnica e não quis sair de Portugal. O patriotismo falou mais alto, mas a primeira ideia para se lançar no mundo do empreendedorismo acabaria por não ser bem recebida. Uma plataforma de agregação de eventos. Depois lembrou-se de como era apaixonado por carros e de como tinha sido complicado arranjar uma peça de substituição para o seu veículo.

Foi por causa desta mistura de elementos que surgiu o Net Peças. Luís Vieira, que está a dar a conhecer o projeto que fundou com Pedro Torres e do qual já fazem parte mais três pessoas, relembrou ao TeK como foi difícil arranjar a peça que precisava para o automóvel. "Fui obrigado a comprar online, para depois descobrir que até havia um fornecedor nas redondezas que tinha o que procurava".

O Net Peças pretende resolver este tipo de problemas: numa primeira fase quer simplificar a comunicação das oficinas - os que procuram material - com os fornecedores - os que dão vazão à procura.

Numa altura em que os sites de venda online por catálogo estão em alta, como o eBay ou o OLX, o Net Peças assume um modo de funcionamento oposto. A oficina faz um pedido online e aguarda pelas diferentes propostas dos fornecedores de peças. Depois basta escolher a proposta que considerar mais vantajosa, sem qualquer tipo de compromisso para com as restantes. O tempo das respostas varia de acordo com a "raridade" do veículo e tanto pode demorar apenas alguns minutos como pode demorar até uma hora e meia.

A qualidade do serviço é garantida através da transparência do processo de transação que é todo feito pela plataforma, incluindo os pagamentos. Quem procura recebe várias ofertas e escolhe a melhor mediante as suas necessidades. Do lado do fornecedor é preciso indicar qual o estado do componente, como a quilometragem por exemplo.

Agora o objetivo do Net Peças passa por maturar o projeto com a ideia de se preparar para a massificação. É que "muito brevemente", num intervalo de tempo que pode ir até um mês e meio, a plataforma online também vai ficar disponível para todos os internautas e não apenas para as oficinas.


[caption]Net Peças[/caption]

E para todo o tipo de carros também. A base de dados do Net Peças contempla veículos das décadas de 1940 e 1950. Há até um fornecedor dedicado para os automóveis clássicos, um dos segmentos que mais procura de peças realiza.

Apesar de ser uma plataforma online o lançamento do Net Peças exigiu algum esforço à moda antiga, como revelou Luís Vieira ao TeK. A maior parte dos fornecedores que a plataforma conquistou foram conseguidos através de contactos "porta a porta", alguns por telefone e outros por email. As oficinas, muitas vezes desligadas do mundo online, eram contactadas por carta.

Não sendo uma prioridade no curto espaço, Luís Vieira revela que a exploração do segmento mobile será uma necessidade, sobretudo pela importância que tem vindo a ganhar. Já existem bastantes clientes que fazem a gestão dos pedidos através dos dispositivos móveis, explicou o jovem de 24 anos.

Para já são 40 os fornecedores ativos e 80 as oficinas que utilizam o serviço online.

A importância das incubadoras

A Net Peças está ligada a duas entidades de empreendedorismo portuguesas: a Startup Lisboa e o UPTec do Porto. Cada uma, à sua maneira, está a contribuir de forma decisiva para o desenvolvimento do projeto.

No Porto a ajuda vem através da disponibilização de um escritório a baixo custo, que está integrado num núcleo onde o acesso a outras redes de empresários e a redes de desenvolvimento tecnológico é muito forte.

Em Lisboa, onde Luís Vieira tem passado cerca de duas semanas por mês, existe uma forte componente de ensinamento de desenvolvimento de negócio através das sessões de mentoria. O empreendedor revela mesmo que graças aos aconselhamentos que a empresa tem recebido já foram tomadas algumas decisões "fundamentais" para o avançar do Net Peças.

Rui da Rocha Ferreira


Escrito ao abrigo do novo Acordo Ortográfico

Não perca as principais novidades do mundo da tecnologia!

Subscreva a newsletter do SAPO Tek.

As novidades de todos os gadgets, jogos e aplicações!

Ative as notificações do SAPO Tek.

Newton, se pudesse, seguiria.

Siga o SAPO Tek nas redes sociais. Use a #SAPOtek nas suas publicações.