Sim, sabemos que o RGPD provocou um tumulto de notificações na sua caixa de entrada, mas a implementação da legislação não foi apenas um pretexto que as empresas utilizaram para o chatear com textos imensos e repetitivos. A nova política de proteção de dados levou à introdução de várias mudanças, e uma das que traz maiores benefícios para os utilizadores é a possibilidade de estes poderem agora reunir todos os dados cedidos a um determinado serviço e abandoná-lo sem deixar qualquer rasto. Na prática, isto significa que não está condenado a perder a fotografias, textos e vídeos se decidir desconectar-se de uma plataforma.

RGPD: Já sabe quais são os seus direitos na proteção dos dados pessoais?
RGPD: Já sabe quais são os seus direitos na proteção dos dados pessoais?
Ver artigo

De forma a terem os seus serviços alinhados com a lei, muitas empresas criaram ferramentas intuitivas que permitem descarregar todos os dados de uma assentada. Algumas das maiores tecnológicas da atualidade estão incluídas neste grupo pioneiro e é por isso que, neste artigo, lhe mostramos como utilizar os utensílios criados para este fim.

Google

A gigante de Mountain View não precisou de fazer grandes transformações ao sistema que disponibiliza desde 2011. Com o Takeout, os utilizadores podem descarregar emails, fotografias, contactos, agendas e documentos arquivados na Drive, tudo de uma vez só. Basta selecionar os serviços de onde quer extrair os dados, e prosseguir com o processo.

Uma das funcionalidades mais úteis do programa, é que este permite que os dados sejam transferidos diretamente para outros serviços de armazenamento em cloud, sem dar aso a incompatibilidades de formatos ou outros problemas do género.

Adicionalmente, se tiver um equipamento Android, pode descarregar alguns dados através deste link.

Apple

Se o seu smartphone é um iPhone, é provável que grande parte dos seus dados estejam armazenados nos serviços da empresa. iTunes, iMessage, Safari, Apple Health e ademais programas podem conter muito mais do que as suas passwords. Para se adaptar às novas imposições legais da UE, a tecnológica lançou uma ferramenta através da qual poderá descarregar todos os seus dados.

A utilização ainda está vedada, mas a marca da maçã garante que a app vai estar disponível ainda este ano.

Adicionalmente, também poderá utilizar esta funcionalidade para eliminar todos os seus dados dos servidores da empresa. Mas note que assim que o fizer, não poderá inverter o processo.

Facebook/Instagram

Ambas as redes sociais têm novas ferramentas para descarregar e transferir os dados que armazenam sobre si. No Facebook, por exemplo, não só é possível fazer o download de todas as fotografias e posts publicados, como também dos gostos que foram atribuídos nas mais diversas páginas, do seu histórico de pesquisa e das informações relativas às empresas que exibiram publicidades ao seu perfil.

Do Instagram pode descarregar fotografias, vídeos e mensagens trocadas com outros contactos. Neste caso, a ferramenta pode ser acedida através deste link, ou através das definições de segurança da sua conta, na aplicação móvel.

Twitter, Snapchat, LinkedIn e Amazon são outras das empresas que estrearam funcionalidades semelhantes nos últimos tempos. Siga os links para ficar a saber como proceder nestes casos.

Para esclarecer mais dúvidas relativas ao RGPD, siga este link.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.