A subsidiária portuguesa da Nintendo explicou ao TeK que não há dados de utilizadores portugueses afectados, no âmbito do alerta feito pela companhia a nível ibérico.



A Nintendo Ibérica reconheceu o roubo de dados pessoais de cerca de quatro mil utilizadores. Entre os dados roubados com recurso a várias técnicas de hacking, estão nomes, número de identificação, código postal, datas de nascimento ou números de telefone.



Os dados faziam parte de uma base de dados usada para actividades internas de marketing, mas acessível através da Internet. Reunia apenas dados de maiores de 16 anos, garante a empresa.



A Nintendo teve conhecimento do roubo através do seu autor na passada segunda-feira, quando este quis iniciar negociações com a empresa para não denunciar o fácil acesso a dados pessoais dos seus clientes, às autoridades de protecção de dados.



Contactada pelo TeK, a Nintendo em Portugal explica que os dados acedidos dizem apenas respeito a utilizadores do país vizinho.


A fabricante de consolas explica que o ataque aconteceu na tarde do passado Domingo, dia 6 de Fevereiro, e nas 24 horas seguintes a empresa cancelou o registo online e substitui-o por um sistema telefónico.



O ataque foi confirmado pela empresa através de uma peritagem externa, relata o El Mundo, com base numa nota de imprensa distribuída a alguns meios espanhóis.

Não perca as principais novidades do mundo da tecnologia!

Subscreva a newsletter do SAPO Tek.

As novidades de todos os gadgets, jogos e aplicações!

Ative as notificações do SAPO Tek.

Newton, se pudesse, seguiria.

Siga o SAPO Tek nas redes sociais. Use a #SAPOtek nas suas publicações.