O YouTube poderá lançar a Shorts, uma plataforma de partilha de vídeos que se quer afirmar como a “rival” da TikTok, no final de 2020. À semelhança da criação da chinesa ByteDance, a Shorts vai permitir aos utilizadores publicar vídeos de curta duração a partir da aplicação mobile do Youtube.

De acordo com fontes internas a que o The Information teve acesso, a Shorts disponibilizará toda a biblioteca sonora do YouTube, de forma a que os utilizadores não tenham de instalar outras aplicações para o efeito. Além disso, a nova aposta poderá ser útil para a comunidade de criadores da plataforma, abrindo espaço para que possam aumentar a sua popularidade e ganhar novos subscritores.

Quando questionada pela imprensa internacional acerca da possibilidade de a Shorts se tornar numa realidade em breve, a empresa optou por não comentar. No entanto, um Tweet de Dylan Byers, jornalista da NBC, dá a conhecer que Susan Wojcicki, a CEO do YouTube, não descarta a possibilidade e que a empresa vai continuar a inovar no que toca aos formatos de vídeo presentes na plataforma.

Desde que a ByteDance comprou a Musical.ly e a fundiu com a sua criação original em 2017, a popularidade da TikTok cresceu exponencialmente. Os mais recentes dados da Sensor Tower revelam que, em fevereiro deste ano, a aplicação contava ao todo com mais de 113 milhões de instalações, quer por utilizadores da Play Store ou da App Store.

Número de instalações do TikTok

A Sensor Tower avança que a TikTok foi mesmo a aplicação mais instalada no mês passado, ultrapassando o WhatsApp ou o Facebook. A Índia continua a ser o maior mercado de consumidores da aplicação da ByteDance, com 46,6 milhões de instalações, seguindo-se o Brasil com 9,7 e os Estados Unidos com 6,4.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Notificações

Subscreva as notificações SAPO Tek e receba a informações de tecnologia.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.