Os conflitos vividos no território da Geórgia - interrompidos esta manhã pela Rússia - estão a ter impacto também no espaço virtual, com hackers russos a bloquearem sites comerciais e governamentais com extensão .ge. Como medida preventiva, o país já desactivou a banca online e migrou diversos sites para servidores norte-americanos, informa a imprensa internacional.



Desde o fim-de-semana que os ataques começaram a ser registados de forma massiva, afectando um número considerável de páginas que deixaram de ficar acessíveis aos utilizadores da região do Cáucaso, incluindo as que servem de ponte de ligação entre o Estado e os cidadãos, como é o caso dos sites do Governo, do Ministério dos Negócios Estrangeiros e o do Parlamento.



Entretanto, o site do presidente Mikheil Saakashvili foi movido para um servidor norte-americano após ter sido alvo de ataques nos últimos dois dias. Uma estratégia que não foi bem sucedida, já que os ataques russos continuaram modificando os conteúdos das páginas, que passaram a estar inundadas de imagens que comparam Mikheil Saakashvili a Adolf Hitler.




Notícias Relacionadas:

2007-07-03 - Oposição a Putin sofre ataques na Internet

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Notificações

Subscreva as notificações SAPO Tek e receba a informações de tecnologia.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.