A PlayMedia processou a AOL Time Warner devido ao suposto uso indevido do seu software para ouvir ficheiros de música codificados em MP3. O software em questão tem vindo a ser usado pela AOL desde que esta adquiriu a Nullsoft, empresa que detinha uma licença desde 1999 para a sua utilização no programa Winamp.



O responsáveis da PlayMedia consideram que a AOL deveria ter negociado uma licença separadamente. O juíz A. Howard Matz, que emitiu a ordem ordem judicial no passado dia 26, considera que a PlayMedia muito provavelmente irá receber uma recompensa pela violação dos termos da licença.



Apesar da ordem de remoção do programa de todas as versões do software de Internet AOL 6.0, e da interrupção da distibuíção do AOL 6.0, os responsáveis da empresa vão recorrer da sentença.



A versão 7.0 do serviço da AOL já se encontra disponível, mas não inclui o software da Playmedia.



Notícias Relacionadas:

2001-07-06 - AOL 7.0 já está em fase de testes

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.