Foi hoje publicado na imprensa o anúncio do concurso público para o fornecimento de serviços relativos ao estudo e implementação de um novo serviço para o Portal do Cidadão. A UMIC prossegue assim com a publicação dos anúncios de reformulação de processos conforme tinha planeado, esperando ainda este mês anunciar dois novos concursos relacionados com a aquisição da tecnologia de infra-estrutura tecnológica para os novos serviços e a muito esperada Criação da Empresa online.



O anúncio hoje publicado tem por objectivo a criação de um interface único para o cidadão na procura e oferta de emprego para o sector público e privado. Anabela Pedroso, coordenadora da UMIC, explicou ao TeK que o projecto envolve 5 entidades, entre as quais a Direcção Geral da Administração Pública (DGAP)e o Instituto do Emprego e Formação Profissional (IEFP), mas que também a GNR e o Ministério da Defesa vão utilizar este canal para publicar as suas ofertas.



No projecto está igualmente integrada uma componente de formação na qual participa o Instituto da Qualidade da Formação, antigo Inofor, devendo igualmente ser convidado a participar o Instituto Nacional da Administração (INA).



Esta é a segunda consulta pública publicada pela UMIC no espaço de um mês no âmbito da reformulação de processos para o Portal do Cidadão. Recorde-se que a UMIC tinha identificado em Julho 20 processos críticos que queria colocar online no Portal e que seriam alvo de reformulação.



A primeira publicação de um concurso neste âmbito foi realizada a 17 de Dezembro e está relacionada como o serviço de Apoio à Vítima. Envolvendo 30 entidades diferentes, este projecto pretende evitar a dupla vitimização das pessoas que contactam os serviços de apoio, criando uma base de dados única e estabelecendo uma rede de cooperação entre a polícia, hospitais e as ONGs.



Estes concursos são considerados de grande importância por Anabela Pedroso pelo facto de juntarem a disponibilização do serviço no portal com a efectiva reformulação dos processos, ancorando os serviços. "Foram identificados 20 serviços de maior importância e desses seleccionamos aqueles que pragmaticamente podíamos lançar mais rapidamente", explicou Anabela Pedroso ao TeK.



Ainda este mês a coordenadora do Portal do Cidadão na UMIC espera conseguir publicar dois novos concursos públicos relacionados com a framework de serviços comuns e o serviço de criação de empresa online. O primeiro deverá fornecer a base tecnológica comum para autenticação dos utilizadores, webização dos serviços e pagamentos electrónicos.



O serviço de Criação de Empresa online é um dos mais aguardados, permitindo a concretização na Internet de todos os passos necessários para a criação de uma empresa. As entidades envolvidas numa primeira fase são cinco, levando à desmaterialização do processo de criação de empresa e a base para a sustentação do ciclo de vida da empresa na Internet, adiantou ainda Anabela Pedroso.

Notícias Relacionadas:

2004-07-01 - Segunda fase do Portal do Cidadão avança com caderno de encargos em Julho/Agosto

2004-03-17 - Portal do Cidadão facilita acesso a mais de 700 serviços da AP

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Notificações

Subscreva as notificações SAPO Tek e receba a informações de tecnologia.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.