Em comunicado, a companhia liderada por Marissa Mayer explica que a decisão de acabar com a plataforma de mapas faz parte de uma estratégia orientada ao alinhamento de recursos com as prioridades do negócio.

O Yahoo Maps estava online há oito anos. No final do mês deixará de estar disponível de forma direta, mas não desparece completamente, já que continuará a ser usado pela Yahoo para dar suporte a outros serviços do grupo, como a pesquisa ou o Flickr (site de partilha de fotos).



O Mapas não será o único serviço da Yahoo a desparecer no mês de junho, a empresa conta também descontinuar nas próximas semanas o Yahoo Pipes, um serviço que permite criar feeds personalizados a partir de diferentes filtros.



Nos últimos dois anos e meio a Yahoo tem procurado "limpar a casa" relançando vários serviços, criando novos e descontinuando muitos outros. No total 60 serviços desapareceram nesse período, de acordo com a Cnet.

Não perca as principais novidades do mundo da tecnologia!

Subscreva a newsletter do SAPO Tek.

As novidades de todos os gadgets, jogos e aplicações!

Ative as notificações do SAPO Tek.

Newton, se pudesse, seguiria.

Siga o SAPO Tek nas redes sociais. Use a #SAPOtek nas suas publicações.