Embora o algoritmo do YouTube ajude a detetar conteúdos que violam os direitos do autor, os produtores necessitavam de uma maior proteção na plataforma. Para responder a essas necessidades, foi introduzido a ferramenta “Copyright Match”, desenhada para encontrar vídeos que foram recolocados em outros canais. O sistema está a ser testado há cerca de um ano com alguns criadores de vídeo.

O YouTube explica que depois de inserir o vídeo, o sistema faz uma triagem de outros que tenham sido submetidos na plataforma, com o mesmo conteúdo ou muito semelhante. Se for encontrado um vídeo repetido, será colocado numa aba “matches” no menu Ferramentas.

tek youtube copyright

Para o sistema funcionar, o autor terá de ser a primeira pessoa a fazer o upload do vídeo para o YouTube, pois a hora da submissão é a forma da plataforma determinar a quem mostra as opções de “match”. A ferramenta não foi concebida para encontrar vídeos completos, mas sim clips de conteúdos que os criadores originais querem ver removidos, sendo reportando através do formulário de copyright.

Ao encontrar um “match”, os criadores têm diversas opções de decisão. Podem simplesmente ignorar, entrar em contacto com o outro criador ou pedir ao YouTube para retirar o vídeo. Por opção, quando é requerida a remoção do vídeo, pode dar a oportunidade do respetivo criador corrigir o mesmo. De notar que os criadores só devem requisitar as medidas se foram os criadores exclusivos dos vídeos, e considerar se a utilização respeita a “utilização justa” ou exceções de copyright.

Na próxima semana a funcionalidade vai ficar disponível para os criadores de vídeo com mais de 100 mil subscritores.