Parece que 2014 não foi o tão predestinado ano dos smartwatches, pelo menos no mundo Android. Um novo relatório da Canalys diz que saíram das fábricas apenas 720 mil wearables com o sistema operativo da Google, um número que pode ficar à quem das expetativas olhando para o grande número de dispositivos que já existem no mercado. Olhando para o mercado dos wearables num todo, a Mi Band, da Xiaomi, foi o equipamento que mais se destacou.

No mesmo relatório a Canalys diz que no total cerca de 4,6 milhões de relógios e pulseiras inteligentes saíram das fábricas ao longo de todo o ano de 2014, mas apenas uma pequena fração ia equipado com Android.

Segundo disse Chris Jones, vice-presidente da analista, "ainda que as vendas do Moto 360 se tenham ressentido durante o quarto trimestre, a Motorola foi a principal impulsionadora de equipamentos com Android Wear".

No geral, o grande líder do mercado ainda continua a ser a Samsung, graças aos seus "seis modelos lançados nos últimos 14 meses", mas ultimamente "tem sentido dificuldades para atrair os seus consumidores". No que à LG diz respeito, "o G Watch R esteve significativamente melhor do que o G Watch orginal", enquanto a Asus e a Sony ainda procuram o seu lugar no mercado.

A grande protagonista dos wearables foi a Mi Band, uma pulseira de baixo custo destinada a monitorizar o exercício físico, que vendeu mais de um milhão de unidades desde o seu lançamento, em julho de 2014.

Para 2015, espera-se que várias gigantes tecnológicas dêem os primeiros passos ou que continuem a caminhar no ramo dos wearables. A Pebble já fez saber que irá trazer novidades nos próximos tempos, enquanto a HTC deverá apresentar um novo produto durante a Mobile World Congress, juntamente com o já esperado HTC M9.

Para o mês de abril está ainda marcado o lançamento do Apple Watch, o primeiro relógio inteligente da marca da maçã.


Escrito ao abrigo do novo Acordo Ortográfico

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Notificações

Subscreva as notificações SAPO Tek e receba a informações de tecnologia.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.