As autoridades alemãs pretendem investigar “com mais detalhe” as relações comerciais estabelecidas entre a Audible.com, uma filial da Amazon, e a marca da maçã, que as editoras acusam de imporem condições de mercado “inaceitáveis”.

A Audible.com tem, desde há muitos anos, um acordo exclusivo para a venda de audiolivros na iTunes Store, anterior à sua compra pela Amazon, em 2008.

"As duas empresas têm uma posição forte na oferta de audiolivros na Alemanha (…) Deve garantir-se que as editoras de audiolivros têm um número suficiente de alternativas possíveis para a distribuição dos seus produtos”, considera a entidade reguladora.

Na Alemanha, mais de 90% dos downloads de audiolivros são feitos através da plataforma da Amazon ou através da loja da Apple, acrescenta-se.

A investigação em curso resultou de uma queixa apresentada pela Börsenverein, que representa as editoras e livreiros alemães, que também já levou o caso aos reguladores europeus.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Notificações

Subscreva as notificações SAPO Tek e receba a informações de tecnologia.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.