Em comunicado, a Altice Portugal afirma que a nova RIS vai apresentar "uma infraestrutura mais resiliente e com capacidades internas”, garantindo uma monitorização mais eficaz, possibilitando um melhor controlo e uma melhor análise do tráfego.

A empresa explica que a RIS 2020 integra três grandes áreas ao nível de oferta de serviços de rede e comunicação às entidades do Ministério da Saúde (MS), nomeadamente uma rede privada e exclusiva de conetividade corporativa, onde a largura de banda mínima será substancialmente melhorada para todas as entidades do Ministério e, especialmente, para as unidades funcionais nos cuidados de saúde primários.

No que diz respeito à segurança de informação e cibersegurança, a empresa garante que a nova rede irá trazer melhorias relevantes ao nível da capacidade de suporte e ajuda aos utilizadores e maior transparência na gestão de governação.

Por outro lado, a cobertura de acesso de Wi-Fi à internet para todos os utentes que visitem as entidades do SNS e do MS vai ser assegurada pela nova rede.

Por fim, a Altice vai disponibilizar uma gama personalizada de serviços de comunicações de voz fixa e móvel, tanto para as entidades dos cuidados de saúde primários, como das entidades hospitalares.

A RIS é uma componente determinante do ecossistema de informação da saúde, garantindo a conectividade das diversas instituições do Serviço Nacional de Saúde (SNS) e operando, continuamente, 24 horas por dia, todos os dias do ano.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.