“A Apple compra pequenos negócios de tempos em tempos e geralmente não discutimos os nossos propósitos ou planos", afirmou um porta-voz da Apple em comunicado ao The New York Times.
A marca da maçã não avançou com detalhes sobre quando comprou a empresa ou quanto pagou. O diretor da Coherent Navigation, Paul Lego, tinha informado na sua página do LinkedIN que estava a trabalhar com a equipa de mapas da Apple desde janeiro.

Segundo o perfil de Lego, a Coherent Navigation estava a desenvolver um "serviço de navegação comercial de alta precisão" baseado em tecnologia de posicionamento por satélite. Fundada em 2008, esta empresa contém um sistema de GPS tão exato que o utilizador pode saber qualquer localização com uma taxa de erro na casa dos centímetros.

O negócio acaba por estar relacionado com uma série de empresas adquiridas pela Apple nos últimos anos, como as startups HopStop, Embark e Locationary. Mais recentemente, foi noticiado que a marca da maçã estaria interessada em adquirir os HERE Maps, da Nokia.

Adensam-se também os rumores sobre a possibilidade de a Apple estar a preparar o lançamento de um veículo elétrico. A tecnológica terá cerca de 200 engenheiros dedicados ao projeto, mas serão precisos mais cinco anos para a sua conclusão.


Escrito ao abrigo do novo Acordo Ortográfico

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Notificações

Subscreva as notificações SAPO Tek e receba a informações de tecnologia.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.