O agora ex-diretor executivo da Yves Saint Laurant, Paul Deneve, foi contratado pela Apple para trabalhar em "projetos especiais". O empreendedor belga vai ocupar a posição de vice-presidente e vai responder diretamente ao patrão da tecnológica, Tim Cook.

Apesar de a Bloomberg dizer que a Apple está a olhar para executivos exteriores à empresa para reforçar o quadro diretivo, a verdade é que a tecnológica de Cupertino não é uma casa estranha para Paul Deneve. Durante a década de 1990 o belga trabalhou para a marca da maçã no mercado europeu, onde ocupou a posição de gestor de vendas e de marketing.

Segundo a agência, a nova missão de Paul Deneve passa pelas mesmas áreas. A Apple está alegadamente interessada na experiência que o belga tem em vender produtos a preços elevados, resultante da experiência em marcas de moda luxuosas como Nina Ricci e Yves Saint Laurent.

Mas o ex-CEO da marca francesa de roupa e acessórios não vai chegar sozinho à empresa de Cupertino.

Pete Distad, o vice-presidente da Hulu para a área de marketing e distribuição, pode também juntar-se à Apple nos próximos tempos. A contratação aparece como uma forma de a tecnológica assegurar uma figura com capacidade para negociar a distribuição de conteúdos multimédia da empresa no futuro.

A informação também avançada pela Bloomberg refere que a Apple quer assegurar um ponto de contacto com as grande distribuidores, como a Time Warner, como forma de aumentar o leque de conteúdos da Apple TV, e consequentemente aumentar as vendas do dispositivo.


Escrito ao abrigo do novo Acordo Ortográfico

Não perca as principais novidades do mundo da tecnologia!

Subscreva a newsletter do SAPO Tek.

As novidades de todos os gadgets, jogos e aplicações!

Ative as notificações do SAPO Tek.

Newton, se pudesse, seguiria.

Siga o SAPO Tek nas redes sociais. Use a #SAPOtek nas suas publicações.