Na Apple tudo se resume a estratégia e as entrevistas que alguns dos elementos de topo da tecnológica concederam a meios de comunicações internacionais são exemplo disso. Tim Cook, Jony Ive e Craig Federighi falaram com a BusinessWeek. O diretor executivo da marca da maçã foi especialmente corrosivo com os concorrentes na área dos dispositivos móveis.

Questionado sobre a elevada quota de mercado do sistema operativo Android, o CEO da Apple respondeu que os dispositivos iOS são os mais utilizados pelas pessoas, e que a taxa de utilização é que é importante no fim.

De forma mais indireta, a Microsoft foi acusada pelo CEO de estar a copiar a estratégia da Apple por causa da compra à Nokia, no sentido de as empresas estarem a agregar o desenvolvimento de hardware e software. Para a Nokia, Tim Cook disse que "não inovar é morrer" e foi isso que acabou por acontecer à tecnológica finlandesa - e que a situação sirva de exemplo para as restantes empresas, advertiu.

Na mesma entrevista o líder da Apple aproveitou ainda para descartar a ideia de que a Apple está interessada no lançamento de dispositivos de baixo custo. "Esse não é o nosso mercado", reiterou o CEO, deixando antever que durante a sua liderança o iPhone low-cost não vai passar de um rumor constante.

Sobre a falta de inovação foi o vice-presidente para a área de software, Craig Federighi, quem fez as honras da casa ao responder que "fazer novo é fácil, difícil é fazer direito".


Escrito ao abrigo do novo Acordo Ortográfico

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Notificações

Subscreva as notificações SAPO Tek e receba a informações de tecnologia.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.