Na base da decisão está o desejo de reduzir custos e a necessidade de agilizar o processo criativo e o lançamento de produtos no mercado, avança a imprensa internacional.

Além da produção interna, a ideia passa igualmente por competir por contratos com as propostas que eventualmente serão apresentadas por empresas de marketing externas.

Segundo consta, a Apple já terá avançado com propostas de emprego a diferentes executivos do sector, nos Estados Unidos.

Refira-se que a Apple gastou mais de mil milhões de dólares em publicidade no ano passado, representando cerca de150 milhões em receitas para a TBWAMAL, empresa que neste momento trata do marketing da marca.

Escrito ao abrigo do novo Acordo Ortográfico

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Notificações

Subscreva as notificações SAPO Tek e receba a informações de tecnologia.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.