Um tribunal de primeira instância de Paris ordenou que a Apple pagasse 12 milhões de euros relativos ao imposto da cópia privada aplicada em dispositivos com armazenamento interno. A marca da maçã tem contestado o valor que é cobrado nos tablets, mas a justiça parece estar do lado dos artistas.

Segundo escreve o ZDNet foi a própria Apple quem recorreu a tribunal para contestar os valores que são cobrados nos iPad pela taxa da cópia privada. A título de exemplo, por cada iPad de segunda geração com 64GB a tecnológica de Cupertino tem que desembolsar 14 euros.

O Conselho de Estado francês tem atualmente entre mãos uma revisão sobre o valor da taxa que deve ser aplicada em tablets. Até lá o pagamento da Apple deve manter-se congelado. O dinheiro vai depois para o SACEM, a associação que representa os autores em França.

A informação avançada pela publicação francesa PC Inpact refere ainda que os 12 milhões de euros dizem apenas respeito às vendas compreendidas entre março e dezembro do ano passado. No total a Apple pode já estar a dever cerca de 30 milhões de euros.

O imposto sobre a cópia privada é uma forma encontrada por alguns governos para compensar os autores pela disseminação privada que se faz de conteúdos protegidos pelos direitos de autor.


Escrito ao abrigo do novo Acordo Ortográfico

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Notificações

Subscreva as notificações SAPO Tek e receba a informações de tecnologia.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.