O sector financeiro português reduziu em 13,8 por cento os gastos com Tecnologias da Informação e Comunicação, revela um estudo publicado hoje pela IDC. O subsector da Banca, que representa 75 por cento do investimento, despendeu menos 12,3 por cento em tecnologia do que no ano anterior.

Os números dizem respeito aos investimentos durante 2009 e revelam que - apesar de uma ligeira subida no que respeita aos gastos com software, onde o sector investiu mais 2,4 por cento que no período homólogo - áreas como os serviços, comunicações ou hardware foram bastante castigados pelos cortes orçamentais.

No que respeita aos serviços informáticos (que representam 40% do total) as despesas baixaram 12,1 por cento, nos serviços de comunicações os foram na ordem dos 16,2 por cento e no hardware - onde se regista a maior redução - atingem mesmo os 31,5 por cento.

No total, o sector gastou, no total, 953,2 milhões de euros com as TIC em 2009, enquanto um ano antes as despesas se situavam nos 1.106 milhões. Recorde-se que o sector financeiro, composto por bancos e seguradoras, é responsável por 75 por cento do total dos investimentos nacionais em Tecnologias de Informação e Comunicação.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Notificações

Subscreva as notificações SAPO Tek e receba a informações de tecnologia.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.