A consultora explica que depois de um 2020 turbulento, a economia mundial regressa, aos poucos, a níveis pré-pandémicos. "A GfK antevê um final de ano com um resultado financeiro global positivo para o mercado de bens de consumo tecnológicos, devendo crescer 12% em 2021, reforçado pelas vendas da Black Friday", indica em comunicado a GfK Portugal, com base num estudo que foi realizado na Alemanha, França, Itália, Reino Unido, Espanha, Rússia, Polónia, Brasil e Turquia.

Em 2020, a influência da pandemia e dos confinamentos fizeram com que 53% das compras fossem realizadas online, mas este ano "prevê-se um comportamento semelhante por parte dos consumidores, apesar do regresso gradual das compras tradicionais em lojas físicas". A GfK antecipa que os retalhistas que melhor consigam conjugar as vendas online com as vendas em loja, serão os grandes beneficiários desta Black Friday.

Compras online crescem em Portugal durante a pandemia e ascendem aos 4,4 mil milhões de euros
Compras online crescem em Portugal durante a pandemia e ascendem aos 4,4 mil milhões de euros
Ver artigo

O mercado de bens de consumo tecnológicos é um dos que vai beneficiar mais neste período. A consultora lembra que o consumidor valoriza agora ainda mais os produtos que acrescentem valor à sua casa e ao seu conforto, e que há uma preocupação em reforçar os equipamentos nesta área.

"Enquanto o primeiro ano de pandemia foi caracterizado por compras básicas, como laptops (+26% por ano) ou monitores (+35% por ano), os consumidores agora valorizam produtos mais sofisticados". De janeiro a setembro de 2021, o setor de Tecnologias de Informação (notebooks, tablets, computadores, impressoras, etc.) registou um crescimento de 21%, demonstrando que os consumidores estão mais preocupados em manter, na sua casa, as condições ideais para o teletrabalho e escola à distância.

A área de telecomunicações também vai recuperar este ano. Segundo a GfK Portugal, as vendas neste setor cresceram 20% globalmente, de janeiro a setembro de 2021, impulsionadas por wearables (+50%), smartphones (+19%) e headsets/ headphones (+29%). Com a expansão da infraestrutura 5G e novas gerações de smartphones, como por exemplo os dobráveis, é criado um incentivo para novas compras.

Também nos eletrodomésticos há mudanças. A procura aumentou consideravelmente durante a pandemia, com um crescimento de 134% nos robots de cozinha na Black Friday em 2020. Em 2021, a procura tem sido particularmente alta para aparelhos como máquinas de café (+33% de janeiro a setembro de 2021) ou processadores de alimentos (+4% de janeiro a setembro de 2021), um comportamento que se prevê acentuado na Black Friday.

A procura de equipamentos mais premium foi também uma realidade nesta área e o estudo da GfK indica que as vendas de televisores de grande dimensão, com mais de 70 polegadas, aumentaram 64% de janeiro a setembro de 2021, enquanto as de televisores mais pequenos estagnaram.

Não perca as principais novidades do mundo da tecnologia!

Subscreva a newsletter do SAPO Tek.

As novidades de todos os gadgets, jogos e aplicações!

Ative as notificações do SAPO Tek.

Newton, se pudesse, seguiria.

Siga o SAPO Tek nas redes sociais. Use a #SAPOtek nas suas publicações.