O grupo francês, dono da PT Portugal, estaria há vários meses em conversas para a apresentação de uma proposta final à Bouygues. A crise na Grécia e os receios de que o custo de financiamento da operação aumentassem terá precipitado uma proposta, mas o resultado não foi positivo para a companhia liderada por Patrick Drahi.

Esta terça-feira, o conselho de administração da operadora reuniu-se e disse não à proposta, considerando que na situação atual tem mais condições para fazer crescer os lucros. A Bouygues também terá temido problemas regulatórios, que eram quase certos, tendo em conta que a nova companhia passaria a gerir 30 milhões de clientes móveis, reforçando pela segunda vez no último ano a posição do grupo no mercado móvel francês.

A proposta da Altice, que tem no grupo de sócios fundadores o português Armando Pereira, foi apresentada através da Numericable-SFR. Surge no mesmo mês em que a empresa conclui a compra da PT Portugal e em que reforça o controlo na Numericable-SFR, empresa que resultou da compra da SFR à Vivendi.

Não perca as principais novidades do mundo da tecnologia!

Subscreva a newsletter do SAPO Tek.

As novidades de todos os gadgets, jogos e aplicações!

Ative as notificações do SAPO Tek.

Newton, se pudesse, seguiria.

Siga o SAPO Tek nas redes sociais. Use a #SAPOtek nas suas publicações.