Está aprovado o projeto que prevê a criação de um corredor entre Dover e Londres para circulação deste tipo de veículos, um projeto que vai implicar um financiamento de 15 milhões de libras suportados pelo Intelligent Mobility Fund, criado para apoiar inovações na área dos transportes. O The Guardian avançou entretanto que além da ligação Dover-Londres, o Governo está também a preparar estradas em Greenwich, Milton Keynes, Coventry e Bristol para acompanhar o mesmo tipo de testes.

O responsável que apresentou a decisão defende que os carros sem condutor são a maior revolução dos últimos anos nesta indústria e explicou dessa forma a importância de o Reino Unido se posicionar para ter um papel nos passos finais antes do lançamento comercial destes veículos.  

A Google pode estar entre as empresas que vão usar a infraestrutura para fazer circular os seus carros autónomos, mas a empresa não confirmou a informação. Ao longo dos últimos meses têm surgido várias informações indicando que há negociações entre o Governo britânico e a empresa norte-americana para estender os testes ao Reino Unido, algo que as autoridades estarão fortemente empenhadas em concretizar.  

A Nissan, que vai fabricar no Reino Unido o primeiro carro sem condutor que comercializará naquele mercado, pode ser outras das utilizadoras da infraestrutura e acontecerá o mesmo com a Land Rover e a Jaguar.   

Os testes realizados pela Google até agora só foram realizados nos Estados Unidos, nos Estados do Texas e da Califórnia.

 

 

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Notificações

Subscreva as notificações SAPO Tek e receba a informações de tecnologia.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.