A Comissão Europeia autorizou hoje a realização da joint venture entre a francesa STMicroelectronics e a norte americana Intel. As duas empresas propõem-se juntar esforços no desenvolvimento de memórias flash, destinadas a telemóveis e outros dispositivos portáteis.

Depois da avaliação do negócio a CE considera não existir risco concorrencial no espaço económico europeu, dando assim a necessária aprovação à operação. A invetsigação realizada pelo executivo europeu apurou que existem vários fabricantes ao nível da produção de memórias flash NOR e NAND pelo que os consumidores continuarão a ter alternativa.

A joint venture foi anunciada em Maio e junta a STMicroelectronics, a Intel e a Francisco Partners, juntando uma receita anual combinada de 3,6 mil milhões de dólares. A nova empresa, que será designada Numonyx combina as valências de investigação e desenvolvimento, fabrico e vendas das estruturas da Intel e da STMicroelectronics garantindo a produção de memórias não voláteis inovadoras e de custos mais baixos.

Ainda na semana passada a STMicroelectronics esteve envolvida num grande negócio quando a Nokia transferiu para a empresa francesa a produção de chipsets para telemóveis de terceira geração.

Recorde-se que a Intel foi formalmente acusada pela Comissão Europeia por práticas anti-concorrenciais na área dos processadores, depois de vários anos de investigação. O executivo pode agora definir uma multa, à semelhança do que fez em 2005 com a Microsoft.

Notícias Relacionadas:

2007-08-08 - Nokia renova estratégia para desenvolvimento de chipsets 3G
2007-07-18 - Intel garante receitas e lucros acima do esperado no segundo trimestre

2007-07-27 - Comissão Europeia acusa formalmente Intel por práticas anti-concorrenciais

Não perca as principais novidades do mundo da tecnologia!

Subscreva a newsletter do SAPO Tek.

As novidades de todos os gadgets, jogos e aplicações!

Ative as notificações do SAPO Tek.

Newton, se pudesse, seguiria.

Siga o SAPO Tek nas redes sociais. Use a #SAPOtek nas suas publicações.