Procurando cumprir o seu objectivo de aproximar as tecnologias dos cidadãos, de acordo com as linhas de acção definidas no 6º Programa Quadro de Ciência e Tecnologia para a Investigação e Desenvolvimento na área das Tecnologias da Sociedade da Informação (Information Society Technologies (IST)), a Comissão Europeia comunicou hoje ter atribuído o maior volume de financiamento da história de programas-quadro aos projectos seleccionados na primeira fase de avaliação.



Ao todo são 236 novos projectos que deverão receber mil milhões de euros de financiamento para desenvolver investigação, e aplicar os seus resultados, em áreas como novos serviços Internet e de comunicações móveis, mas também com interacção em sectores como a indústria, transportes e saúde. Segundo o comunicado à imprensa, estes projectos prometem uma concentração de esforços sem precedentes em áreas críticas, reunindo 3 a 5 vezes mais recursos e conhecimento do que os projectos aprovados no âmbito de anteriores programas-quadro.



A área das Tecnologias da Sociedade da Informação é uma das sete prioridades do 6º Programa-quadro da Ciência e Tecnologia e absorve 32,1 por cento do orçamento total deste programa que se estende até 2006. Os objectivos para esta área prendem-se com a necessidade de aproximar as tecnologias dos cidadãos, garantindo que todas as pessoas e empresas possam beneficiar de facto do avanço tecnológico.



A Comissão Europeia realça que os projectos agora aprovados vão definir as bases das tecnologias de comunicações móveis e da Internet, para além de transformar o desempenho e resultado dos serviços, acrescentando ainda alguma variedade. A preocupação com a segurança e fiabilidade dos serviços, assim como a disseminação de formas de acesso à informação estão também na base dos projectos financiados pelo 6º Programa-quadro.



O Comissário Europeu para as empresas e a Sociedade de Informação, Erkki Liikanen, lembrou mais uma vez que a Europa precisa de reforçar o seu empenho da investigação e desenvolvimento para assegurar a sua competitividade, capacidade de inovação e liderança para que consiga aproveitar as enormes oportunidades que se avizinham. Uma nova onda de tecnologias e infra-estruturas é essencial para modernizar os serviços que estão sob a responsabilidade pública, como a saúde, assistência social a uma população com tendência para o envelhecimento e ainda a melhoria da segurança rodoviária, refere o comunicado.




Recorde-se que a Comissão Europeia recebeu na primeira fase de chamadas do programa IST, candidaturas com pedidos de financiamento de valor superior a 7,5 mil milhões de euros. Embora sem números oficiais, em Portugal a expectativa é que a participação na área das Tecnologias da Sociedade da Informação tenha sido elevada. O POSI registou 106 pedidos ao abrigo do programa de financiamento de elaboração de candidaturas ao 6º Programa-quadro que foi encerrado a 30 de Abril, confirmou ao TeK Teresa Sales Lopes, do Gabinete de Gestão do POSI em Julho.



O Programa Operacional Sociedade da Informação já anunciou que a partir de 1 de Outubro está aberta a segunda fase das candidaturas ao apoio à participação portuguesa no 6º Programa-Quadro de Ciência, Tecnologia e Investigação da União Europeia. O período de entrega de documentos decorre até final desse mês.

Notícias Relacionadas:

2003-07-15 - Candidaturas ao programa de financiamento IST ultrapassam os 7,5 mil milhões de euros

2003-01-28 - Governo mais "voluntarista" no apoio de candidaturas ao 6º Programa Quadro de C&T

2002-12-17 - UE abre primeira fase de concurso para VI Programa-quadro de C&T

Não perca as principais novidades do mundo da tecnologia!

Subscreva a newsletter do SAPO Tek.

As novidades de todos os gadgets, jogos e aplicações!

Ative as notificações do SAPO Tek.

Newton, se pudesse, seguiria.

Siga o SAPO Tek nas redes sociais. Use a #SAPOtek nas suas publicações.