A CeBIT começa hoje, 10 de março, e tem duração de cinco dias. O evento de TIC que se realiza em Hanover promete muitas novidades sobretudo ao nível das startups, mas também promete muito negócio. Isto porque a edição de 2014 é 100% focada no mercado empresarial, também conhecido como business to business (B2B).

Portugal está representado em 11 stands através de empresas que vêm na sua maioria do norte de Portugal e que se inscreveram na CeBIT através da Deutsche Messe portuguesa.

Aveicellular, Fangueiro e Rodrigues, IT Peers, Q-Better, SDILAB, Strategiquest e Teleflex estavam entre o grupo de primeiras empresas a garantir presença na Alemanha, tal como o TeK tinha adiantado. Entretanto juntaram-se mais quatro: Freedom Grow, Inosat Consultoria Informática, Interactivebrand e Hook Biz.

Além dos 11 stands estão confirmadas outras duas participações de empresas nacionais na CeBIT, através do programa Future Match. Este evento paralelo funciona como um espaço de networking onde as empresas tentam estabelecer parcerias a nível internacional.

GlobalSoft BSC e Quidgest são as duas organizações que vão estar no Future Match. A presença portuguesa neste evento é significativamente menor do que aquelas registadas nos anos anteriores, mas não significa que venha a ser menos produtiva. De acordo com dados da Agência de Inovação, estas duas empresas portuguesas têm mais de 50 reuniões marcadas.

Bibiana Dantas da AdI explica a presença mais fraca com dois argumentos. Por um lado há menos dinheiro por parte das empresas, o que faz ponderar com mais cuidado o saldo entre o dinheiro investido na deslocação e o retorno que daí podem tirar. A responsável da agência revelou que outras cinco empresas portuguesas inscreveram-se para o Future Match, mas acabaram por recuar nas suas intenções.

A Agência de Inovação acaba também por fazer mea culpa à participação mais fraca, dizendo que a dedicação não foi tão grande este ano como no passado, isto porque o organismo está numa fase de transição. Mas em conversa com o TeK, Bebiana Dantas garantiu que vai continuar a ser uma prioridade da AdI apoiar a internacionalização, sobretudo das empresas tecnológicas.

De acordo com o site oficial da Future Match está confirmada a participação de 285 empresas de 31 países.

O grande tema da CeBit 2014 é o datability, um termo que conjuga os conceitos de Big Data e responsabilidade. Sistemas integrados de gestão empresarial (ERP), data analytics, serviços de TI, soluções Web e mobile são outros assuntos que prometem animar o encontro até ao próximo dia 14.

Rui da Rocha Ferreira


Escrito ao abrigo do novo Acordo Ortográfico

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Notificações

Subscreva as notificações SAPO Tek e receba a informações de tecnologia.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.