Os administradores da fabricante canadiana de software Corel
adiantaram, na passada sexta-feira, a intenção de vender a firma à Vector Capital pelo valor de 97,6 milhões de dólares, ou 1.05 dólares por acção. Ainda assim, para que esta aquisição seja concretizada, a empresa fabricante do programa CorelDraw terá de ter a aprovação expressa dos seus accionistas e ainda o aval do Tribunal canadiano.

Apesar de a operação ainda não estar concretizada, se a Corel quebrar o acordo tácito com a Vector terá de a indemnizar em dois milhões de dólares e ainda pagar uma quantia a determinar pelos gastos da última empresa relativos ao negócio. Recorde-se que ainda que a Vector possui já 22,9 milhões de acções da Corel, anteriormente na posse da Microsoft.

Em declarações ao site News.com, o presidente da Corel, James Baillie, considerou que "esta situação representa uma oportunidade para os accionistas da Corel se aperceberem do valor das suas acções. O preço por acção representa um aumento de 42 por cento em relação ao valor de mercado imediatamente antes do nosso anúncio de que a Vector tinha chegado a um acordo com a Corel".

Recorde-se que nos últimos anos a firma canadiana tem registado uma quebra assinalável de receitas, atingindo mesmo recentemente resultados negativos, facto pelo qual tem sido alvo de várias operações de layoff.

Notícias Relacionadas:
2003-03-12 - Microsoft vende quota de 20 por cento na Corel

2002-08-02 - Corel implementa novo modelo de licenciamento para atrair
clientes da Microsoft

Não perca as principais novidades do mundo da tecnologia!

Subscreva a newsletter do SAPO Tek.

As novidades de todos os gadgets, jogos e aplicações!

Ative as notificações do SAPO Tek.

Newton, se pudesse, seguiria.

Siga o SAPO Tek nas redes sociais. Use a #SAPOtek nas suas publicações.