Numa alteração à sua estratégia tradicional de distribuição por venda directa através de telefone e da Internet, a Dell deverá começar esta semana a disponibilizar PCs desktop de "marca branca" a comerciantes norte-americanos, de forma a invadir um mercado desde há muito dominado pela HP e IBM, de acordo com o Wall Street Journal.



A fabricante de computadores irá também oferecer aos retalhistas, que normalmente funcionam como departamentos de informática de pequenas empresas, soluções de financiamento e acesso dedicado através da Web aos seus produtos e serviços.



Esta notícia surge numa altura em que a Dell está a ponderar ir para além do seu negócio tradicional com vista a impulsionar um crescimento nas vendas. A companhia é desde há muito a líder nas vendas directas a clientes através do telefone e da Internet.



Ao direccionar as suas atenções para os comerciantes, a Dell espera entrar num mercado onde computadores sem marca são construídos a partir de componentes de vários fornecedores e adaptados às necessidades específicas dos consumidores, um sector que continua ainda a roubar vendas às grandes fabricantes.



Os PCs de "marca branca" mantiveram cerca de 30 por cento da quota do mercado norte-americano de PCs, apesar da consolidação crescente entre as maiores fabricantes, incluindo a aquisição pela HP da Compaq em Maio deste ano. As três grandes empresas do sector, Dell, HP e IBM, irão representar metade das vendas mundiais de unidades deste ano.



A Dell calcula que os PCs de "marca branca" vendidos por pequenos comerciantes constituem nos Estados Unidos um mercado de três mil milhões de dólares (3,06 mil milhões de euros). Frank Muehleman, vice-presidente sénior da divisão de pequenas empresas da Dell, citado pelo jornal financeiro, afirmou que os objectivos da companhia são modestos, consistindo na obtenção de novas receitas no valor de 380 milhões de dólares (388,74 milhões de euros) nos próximos 12 meses.



Os primeiros produtos da Dell concebidos exclusivamente para comerciantes irão incluir um PC de 499 dólares (510,48 euros) fabricado nas suas actuais linhas de produção. Mas a longo prazo, a companhia poderá ir além dos PCs desktop para disponibilizar portáteis e servidores nesse mercado.


Notícias Relacionadas:

2002-05-27 - Dell poderá entrar no mercado de impressoras

2002-03-27 - Philips e Dell anunciam aliança por cinco anos

2002-02-04 - Cray vende servidores da Dell em clusters

2001-01-25 - Dell e Unisys finalizam acordo

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Notificações

Subscreva as notificações SAPO Tek e receba a informações de tecnologia.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.