O mercado publicitário em Portugal cresceu 5,6% em 2018, mantendo-se em linha com a tendência global que aumentou 7,2%. O investimento em publicidade atingiu os 552 mil milhões de dólares, nos 70 países que foram alvo de análise da Magna.

Para 2019 prevê-se que o mercado publicitário português cresça para os 640 milhões de euros, dos quais 44% serão “absorvidos” pela televisão, num total de 280 milhões de euros. Já o investimento no digital também tem um crescimento previsto de 18% no próximo ano, alcançando os 204 milhões de euros, o equivalente a um terço do valor total. Ainda dentro da área digital, o crescimento do investimento divide-se em 29% para a social media, 28% para o vídeo, 10% para a pesquisa (search) e 3% para o display, segundo o Jornal de Negócios.

Já a nível global, a Magma prevê que em 2019 o digital arrecade metade do investimento de publicidade, ainda que o setor esteja em desaceleração (+13%). Os anúncios online representam um encaixe de 251 mil milhões de dólares, correspondente a uma quota de mercado de 45%. Ao detalhe, o social media vai crescer 33%, o vídeo aumenta 29% e o search sobe 16%. Já o investimento em meios não digitais, como a televisão e rádio, manteve-se sólido (+0,2%) encaixando 301 mil milhões de dólares, alavancado pelos diveros eventos, como o casamento do príncipe Harry ou o mundial de futebol.

Cerca de 62% do investimento publicitário online é gerado por impressões e cliques em dispositivos móveis, como os smartphones. O mercado da publicidade online cresceu 32% em 2018, contrastando com a diminuição de 2% nas plataformas fixas, como os desktops. As razões prendem-se com os “ad blockers” e o arranque do RGPD.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.