Os colaboradores que a empresa pretende despedir representam 7% da força de trabalho da gigante mundial do comércio eletrónico, especializada em leilões online. A medida reflete o abrandamento no ritmo de crescimento da empresa, uma tendência que os resultados financeiros do último trimestre, divulgados também esta quarta-feira ao final do dia, voltaram a confirmar.



Com o mesmo objetivo de adequar a estrutura a um nível de atividade agora mais fraco, a empresa pretende ainda vender uma unidade de negócio e recentrar a operação nas áreas mais rentáveis. O spin-off do PayPal também se mantém na agenda e terá lugar mais para o final do ano.



A unidade de negócio que o grupo considera vender ou colocar em bolsa (através de um IPO) é a eBay Enterprise, uma das três áreas em que a companhia foi dividida no último processo de reorganização e que agora deve ser vendida pelas poucas sinergias possíveis com as restantes divisões.



Os resultados do último trimestre apresentados esta quarta-feira pela eBay revelam um crescimento das receitas na ordem dos 9%, para os 4,92 mil milhões de dólares, o mais baixo desde 2010. Para os primeiros três meses de 2015, a eBay prevê receitas entre os 4,3 e os 4,4 mil milhões de dólares.

Escrito ao abrigo do novo Acordo Ortográfico

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Notificações

Subscreva as notificações SAPO Tek e receba a informações de tecnologia.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.