Maria Manuel Godinho, em representação do Ministro da Segurança Social e do Trabalho Bagão Félix, recebeu hoje das mãos do presidente da ECDL Foundation, Sven Bentzen, um troféu comemorativo da Atribuição do Cartão de Registo European Computer Driving License (ECDL) 2 Milhões.



O Cartão 2 Milhões foi atribuído ao Primeiro Ministro Dinamarquês e actual presidente da União Europeia, tendo sido decidido escolher uma personalidade em cada país aderente, para receber um troféu comemorativo desse evento. Em Portugal, a ECDL optou por homenagear o trabalho desenvolvido na implementação do conceito no Ministério da Segurança Social e do Trabalho, na pessoa do seu actual ministro Bagão Félix.



Lançada internacionalmente em 1997, a ECDL, conhecida em Portugal como Carta Europeia de Condução em Informática, é um padrão de competência adoptado por mais de 10.000 organizações em 75 países que assegura que os seus detentores têm conhecimentos efectivos na utilização das TIC.



A Carta de Condução informática é composta por sete módulos, que cobrem as principais áreas de utilização das Tecnologias de Informação e Comunicação, a saber: Introdução à Informática, Utilização do Computador, Processador de Texto, Folhas de Cálculo, Bases de Dados, Apresentação e Desenho, Internet.



Na inscrição, cada candidato recebe um cartão de competências em informática onde vai sendo registada a conclusão dos diversos módulos. A ECDL é atribuída quando todos os exames forem efectuados com sucesso.



Acompanhada de uma estrutura de suporte que acredita e valida o documento, a Carta de Condução Informática é reconhecida internacionalmente. Existe contudo uma recomendação de um grupo de trabalho no âmbito do plano eEurope para que essa mesma estrutura se transforme num esquema de acreditação reconhecido a nível europeu pela Comissão Europeia.



Para José Cardoso de Matos, director geral da ECDL em Portugal, o reconhecimento da iniciativa pela Comissão Europeia é importante, mas não é fundamental porque ao logo destes anos de existência a ECDL ganhou credibilidade por si própria e as entidades que se associaram à iniciativa "fizeram-no de livre vontade". "Até sabemos que, por vezes, a obrigatoriedade de qualquer coisa tem um efeito contrário", salienta o responsável.



Emitida em Portugal desde 1999, o balanço da Carta de Condução Informática "só pode ser positivo", segundo José Cardoso de Matos. "A partir daqui é que se vai criar o que os ingleses chamam de awareness em relação à ECDL", assegura o responsável. "Na implementação de um conceito, os primeiros dois a quatro anos são sempre destinados à criação da infra-estrutura de suporte ao mesmo", explica.



Actualmente, Portugal conta com 71 centros acreditados para a emissão da ECDL, entre os quais se destacam pela sua dimensão entidades como o Ministério do Trabalho, o INA a EDP e a Rumos.



Notícias Relacionadas:

2002-02-07 - Novo estabelecimento de ensino creditado para emitir Carta Europeia de Condução em Informática
2001-04-27 - Carta de Condução Informática nas Bibliotecas Públicas

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Notificações

Subscreva as notificações SAPO Tek e receba a informações de tecnologia.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.