O enfraquecimento da economia global irá causar uma procura descendente no sector da electrónica, prevê a Gartner. De acordo com a consultora, nos próximos meses, será de esperar que os produtos eléctricos de consumo doméstico e até industrial venham a registar quebras nas vendas, incluindo os semicondutores, informa Richard Gordon, analista da Gartner em relatório da empresa.



A recuperação será apenas visível na segunda metade do próximo ano, altura em que a industria começará a dar o "salto inverso".



O impacto do mercado de crédito à habitação nos Estados Unidos, e até na Europa, aliado aos preços altos praticados no sector da energia, tem vindo a prejudicar as contas dos consumidores que, rapidamente, canalizam o seu orçamento para outros bens que não os electrónicos, frisa o analista.



Os computadores pessoais e telemóveis são dos poucos produtos que têm escapado à crise muito por causa da elevada procura sentida em países emergentes como a China, Índia, Rússia e América do Sul. São, de facto, estas regiões que têm salvo e ajudado a manter os números estáveis naqueles dois sectores e até a nível da venda de chips, pelo menos nos que são utilizados naquele tipo de produtos.



Mesmo assim, segundo a Gartner, aquelas regiões não serão suficientes para aguentar o mercado durante muito tempo e, o mais provável, é virem a sentir os efeitos da recessão e enfraquecimento económico global.



Notícias Relacionadas:

2008-07-17 - Mercado mundial de PCs desafia mau momento económico ao vender 71,9 milhões no 2º trimestre

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Notificações

Subscreva as notificações SAPO Tek e receba a informações de tecnologia.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.