A José de Mello Saúde, a Espírito Santo Saúde e a Tradecom estabeleceram uma parceria que tem em vista o desenvolvimento de um projecto de comércio electrónico destinado ao sector hospitalar, "juntando compradores, fornecedores e outros parceiros com interesse na transacção de bens e serviços".



O projecto poderá ser aplicado quer a hospitais privados, quer às unidades hospitalares do Serviço Nacional de Saúde, pois segundo as empresas promotoras, respeita as especificidades legais exigidas para o aprovisionamento da Administração Pública.



De acordo com comunicado enviado à imprensa, o desenvolvimento e exploração desta nova plataforma vertical de comércio electrónico será assegurado pela Centrimédica, uma nova sociedade participada pelas holdings dos grupos José de Mello e Espírito Santo para a área da saúde, e pela Tradecom, empresa do grupo Portugal Telecom.



Com um capital social de dois milhões de euros, a Centrimédica é participada em 45 por cento pela José de Mello Saúde, através da e-Health, em 45 por cento pela Espírito Santo Saúde e em 10 por cento pela Tradecom.



Na primeira fase do projecto, a presidência do conselho de administração será assumida por um dos administradores indicados pela Espírito Santo Saúde, cabendo a gestão corrente a um administrador-delegado nomeado pela holding do Grupo José de Mello para a área da Saúde.



"A parceria agora anunciada traduz-se numa iniciativa privada na área da saúde, extensível também aos hospitais públicos, que visa alcançar enormes ganhos de eficiência e produtividade no que diz respeito aos aprovisionamentos das unidades hospitalares", explica Inácio de Brito, administrador-delegado da Centrimédica no comunicado.

Notícias Relacionadas:

2001-10-03 - A gestão de compras "em colaboração" e o B2B em debate

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.