A aquisição da Motorola pela Lenovo aconteceu em janeiro deste ano. A fabricante de telemóveis fazia parte do universo Google, que a tinha comprado anos antes mas que nunca conseguiu rentabilizar o investimento realizado.



A Google recebeu 2,9 mil milhões de dólares pela venda, quando tinha pago 12,5 mil milhões pela mesma empresa e pelo enorme acervo de propriedade intelectual da companhia, a componente mais valiosa do seu património.



Pela dimensão, a venda no início deste ano à Lenovo teve de passar pela análise dos reguladores da concorrência, que na Europa vêm agora aceitar a transição sem identificar potenciais impactos relevantes para a concorrência na região.



A avaliação das autoridades europeias da concorrência teve em conta potenciais impactos no mercado de dispositivos móveis, concluindo que a baixa quota de mercado das duas empresas nesse domínio não altera as condições de mercado.

Escrito ao abrigo do novo Acordo Ortográfico

Não perca as principais novidades do mundo da tecnologia!

Subscreva a newsletter do SAPO Tek.

As novidades de todos os gadgets, jogos e aplicações!

Ative as notificações do SAPO Tek.

Newton, se pudesse, seguiria.

Siga o SAPO Tek nas redes sociais. Use a #SAPOtek nas suas publicações.