A Samsung já vendeu mais de 10 milhões de Galaxy S III em todo o mundo. A marca foi atingida ainda antes do previsto pela empresa, que ainda o mês passado tinha apontado "o final de julho" como meta.

O novo Android topo de gama da fabricante coreana foi lançado nos primeiros mercados a 29 de maio e ultrapassa os 10 milhões de unidades vendidas antes de completar os dois meses nas lojas - sendo que em mercados como o do seu país de origem apenas começou a ser comercializado no final de junho.

A informação foi avançada, ontem, pelo presidente da Samsung, Shin Jong-kyun, à agência noticiosa local Yonhap News e está a ser veiculada por meios internacionais como a AFP. O responsável recusou-se, porém, a fornecer mais detalhes sobre os números.

O número de unidades comercializadas neste período de tempo pelo novo modelo configura um recorde, face ao seu antecessor, o Galaxy S II, que precisou de cinco meses para atingir a mesma marca.

Os dados sobre aquele que é considerado o principal concorrente do iPhone foram divulgados um dia antes de as eternas rivais iniciarem mais uma importante batalha legal que vem opondo as marcas nos cinco continentes. Começa hoje a ser julgado um caso de acusações mútuas de violação de patentes na Austrália.

O processo teve início com uma queixa da Apple acusando a Samsung de violar patentes suas com a tecnologia usada no ecrã tátil do Galaxy Tab 10.1. A concorrente respondeu com um processo pedindo que a fabricante do iPhone fosse condenada por violar patentes relacionadas com tecnologia de transmissão de dados.

As queixas foram então reunidas num só processo cuja audiência de julgamento começa esta segunda-feira, mas os especialistas acreditam que caso as empresas não cheguem a um acordo, o mais provável é que não seja tomada uma decisão antes de 2014.

Escrito ao abrigo do novo Acordo Ortográfico

Joana M. Fernandes

Não perca as principais novidades do mundo da tecnologia!

Subscreva a newsletter do SAPO Tek.

As novidades de todos os gadgets, jogos e aplicações!

Ative as notificações do SAPO Tek.

Newton, se pudesse, seguiria.

Siga o SAPO Tek nas redes sociais. Use a #SAPOtek nas suas publicações.