A Google quer contratar mil novos empregados na Europa. O anúncio foi feito por Eric Schmidt, que considera a medida uma forma de estimular as operações do grupo na região.



Cerca de metade dos novos trabalhadores vão estar ligados às equipas de vendas das empresas. Os restantes vão trabalhar na equipa de tecnologia do grupo, explicou o gestor enquanto participava numa conferência na Alemanha.



Os planos da Google para fora dos Estados Unidos passam por aumentar em 20 por cento a força de trabalho, relata o The Guardian que ouviu as declarações do gestor, de saída do cargo de CEO da empresa.


Actualmente a empresa conta com cerca de 5 mil trabalhadores fora dos Estados Unidos, distribuídos pela Europa, Ásia e África.



Recorde-se que ainda em Novembro a Google tinha anunciado o recrutamento de 2 mil novos colaboradores em todo o mundo. A expressão da Europa neste objectivo é agora conhecida.



Ainda em Novembro do ano passado a Google também anunciava um novo centro de inovação na Europa, com localização no Reino Unido. A estrutura é a primeira do género no velho continente e terá como missões centrais a formação e o desenvolvimento de produtos.



A mesma Google fechou o ano oferecendo um prémio aos seus empregados e um aumento de salários de 10 por cento.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Notificações

Subscreva as notificações SAPO Tek e receba a informações de tecnologia.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.