A startup portuguesa vai receber um prémio de 40 mil dólares e viajar até ao Chile por um período de sete meses numa oportunidade para desenvolver o seu negócio.

Incubada no Parque de Ciência e Tecnologia da Universidade do Porto (UPTEC), a empresa, foi a única portuguesa de entre as 85 startups mundiais selecionadas para o programa.

A tecnologia da WiseNetworks pega em toda a informação medida, processando-a e disponibilizando-a numa plataforma online. Através dos dados resultantes é depois possível acionar ou programar sistemas de rega e configurar vários tipos de avisos, explica-se num comunicado enviado à imprensa.

Com a medição de grandezas atmosféricas e de crescimento da planta é traçado um perfil meteorológico que permite tirar conclusões quanto à melhor forma de gerir o seu cultivo e tratamento, bem como prevenir surtos de calor ou doenças que condicionem a colheita.

Todo o sistema é sem fios e auto-configurável, o que permite a alteração da distribuição dos pontos de medição conforme desejado, em qualquer altura

A rede de contactos propiciada pelo StartupChile vai potenciar o desenvolvimento do produto e aumentar as oportunidades de internacionalização da empresa, um dos principais objetivos da participação na iniciativa chilena, sublinha Tiago Sá, CEO da empresa.

Escrito ao abrigo do novo Acordo Ortográfico

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Notificações

Subscreva as notificações SAPO Tek e receba a informações de tecnologia.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.