A empresa independente de estudos de mercado especializada na área das telecomunicações e media, Analysys, realizou recentemente um estudo segundo o qual cerca de 13 por cento dos utilizadores de telefones móveis na Europa Ocidental vão subscrever serviços de GPRS – General Packet Radio Services – até ao final de 2003.



Esta tecnologia vai permitir o acesso à Internet a alta velocidade através de telemóveis, todavia, as vendas dos equipamentos preparados com esta capacidade não têm sido muito representativas e apenas menos de um terço dos utilizadores têm "navegado" através dos seus aparelhos. De acordo com o estudo da Analysys, um dos principais motivos para o fraco arranque desta tecnologia deve-se à recusa por parte dos operadores de alargar este serviço aos clientes com cartões pré-pagos.



Neste momento, os clientes de pré-pagos representam 63 por cento dos subscritores da Europa Ocidental, sendo que, só na Itália são 90 por cento.



No final do ano transacto, 50 dos 76 operadores móveis da Europa Ocidental já tinham lançado redes GPRS e cerca de 3,3 milhões de telemóveis GPRS tinham sido vendidos. De salientar que 75 por cento dos subscritores desta nova tecnologia no final de 2001 eram empresários, porém, em 2003 a Analysys prevê que os utilizadores domésticos ultrapassem esta percentagem passando eles a representar 80 por cento do universo de utilizadores GPRS.



Notícias Relacionadas:

2002-03-27 - OniWay autorizada a usar a rede da TMN para prestar serviços GPRS

2002-03-25 - Vodafone inicia serviço de roaming GPRS na Europa

2002-03-21 - Optimus lança funcionalidade GPRS para grandes empresas e instituições

2001-08-02 - Europa com taxa de penetração de pré-pagos de 60 por cento

2001-07-09 - Optimus disponibiliza GPRS para clientes com assinatura

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Notificações

Subscreva as notificações SAPO Tek e receba a informações de tecnologia.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.