A Groupon viu o seu valor subir 40% no dia em que se estreou em bolsa. Quando as ações começaram a ser transacionadas esta manhã em Wall Street (Nova Iorque) a empresa estava avaliada em 12,7 milhões de dólares, um montante que rapidamente disparou para os 18 mil milhões.

A valorização ultrapassa em percentagem a conseguida no primeiro dia de cotação das atuais gigantes da Internet, como a Google (18%) ou a Amazon (31%), mesmo que alguns analistas se mostrem pouco impressionados e realcem o facto de algumas empresas na área terem obtido valores recorde acima dos 600%, por exemplo. Note-se porém que estas valorizações astronómicas foram conseguidas por empresas como a VA Software ou a TheGlobe, antes de 2000 e do rebetamento da "bolha das dotcom".

Outro dos fatores que faz com que estejam a ser levantadas dúvidas a respeito de uma eventual sobrevalorização é a pequena quantidade de ações que foram postas à disposição dos investidores.

Recorde-se que, quando a Groupon entregou o pedido de aprovação para Oferta Pública Inicial, a empresa continuava a não ser rentável. Embora estivesse perto do atingir o break even.

Escrito ao abrigo do novo Acordo Ortográfico

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Notificações

Subscreva as notificações SAPO Tek e receba a informações de tecnologia.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.