O Grupo Jazztel alcançou um volume de negócios de 53 milhões de euros no primeiro trimestre de 2002, o que comparado com os 46,6 milhões de euros do primeiro trimestre de 2001 representa um crescimento de 13,7 por cento, divulgou hoje a empresa em comunicado. Face ao final do ano passado, o volume de negócios diminuiu em 4,5 por cento.



As receitas provenientes de acesso directo registaram um crescimento de 51,9 por cento, passando de 8,1 milhões de euros no primeiro trimestre de 2001 para 12,3 milhões de euros no primeiro trimestre de 2002. No último trimestre, as receitas de acesso directo desceram 18 por cento face ao três meses imediatamente anteriores. A Jazztel explica que a diminuição da receita se deve sobretudo à redução das actividades de alguns dos seus principais clientes.



Já as receitas de acesso indirecto no primeiro trimestre de 2002 foram de 21,7 milhões de euros, registando um aumento de 3,8 por cento face aos 20,9 milhões de euros alcançados no último trimestre de 2001. Em relação ao mesmo período do ano passado, as receitas de acesso indirecto diminuíram 22,8 por cento.



A evolução das perdas operacionais (EBITDA) mostrou uma tendência positiva, passando para os 14,9 milhões de euros no primeiro trimestre de 2002, quando em idêntico período de 2001 haviam sido de 26,8 milhões de euros, numa redução de 44,4 por cento. Comparado com o último trimestre de 2001, as perdas operacionais melhoraram em 3 milhões de euros, o que significa uma redução de perdas operacionais na ordem dos 16,8 por cento.



A Jazztel informou ainda que os seus resultados líquidos negativos estão a evoluir de forma positiva, tendo diminuído dos 62,4 milhões de euros no primeiro trimestre de 2001 para os 33,1 milhões de euros no último trimestre, em 47 por cento. A evolução trimestral das perdas líquidas apresentou uma redução de 42,9 por cento, passando de 58 milhões de euros no quarto trimestre de 2001, para 33,1 milhões de euros no primeiro trimestre deste ano.



Durante o primeiro trimestre de 2002, o grupo Jazztel registou um crescimento do tráfego total em 14,6 por cento face ao ano anterior, alcançando os 856 milhões de minutos. Comparado com o quarto trimestre o tráfego total desceu 5 por cento.



O total de contratos de acesso directo acordados ascendeu a 2.737 no final do primeiro trimestre de 2002, face aos 2.481 registados no trimestre anterior, o que representa um incremento de 10,3 por cento. No primeiro trimestre de 2002 formalizaram-se 256 contratos, comparados com os 340 registados no trimestre anterior.



Devido ao processo de reestruturação da dívida de alto rendimento, que poderia afectar os resultados operacionais da empresa no curto prazo, a direcção da Jazztel considerou oportuno adoptar uma postura conservadora em relação às previsões para 2002.



Assim a empresa estima que no fecho de 2002 as receitas se situem entre os 230 e os 260 milhões de euros e as perdas operacionais (EBITDA) estejam entre os 25 e os 45 milhões de euros. Devido a este facto, a empresa espera investir entre 50 e 70 milhões de euros abaixo do previsto.



Notícias Relacionadas:

2002-02-06 - Volume de negócios da Jazztel cresce 77 por cento em 2001

Não perca as principais novidades do mundo da tecnologia!

Subscreva a newsletter do SAPO Tek.

As novidades de todos os gadgets, jogos e aplicações!

Ative as notificações do SAPO Tek.

Newton, se pudesse, seguiria.

Siga o SAPO Tek nas redes sociais. Use a #SAPOtek nas suas publicações.