A Indico Capital Partners anunciou os nomes das seis empresas que integram a edição de 2021 do programa de investimento e aceleração de startups, que a capital de risco portuguesa tem em conjunto com a Google (Google for Startups).

As startups escolhidas, que este ano incluem também equipas francesas e espanholas, garantem à cabeça um financiamento pre-seed de 100 mil euros e um ano de incubação nas instalações da Indico, durante o qual têm apoio personalizado para a estratégia, contratações, apresentações a clientes e angariação de mais capital. 

Art Curator Grid, Bam&Boo, Bildia, Gorodata, Planeless e Spotlite são as seis startups selecionadas, a maioria já tinha conseguido angariar financiamento antes de participar neste programa. 

A primeira é um marketplace para transações de arte digital NFT, que conta já com 800 curadores de arte. É uma plataforma baseada em blockchain, criada para ajudar artistas e respetivos curadores de arte a monetizar e financiar projetos.

A Bam&Boo dedica-se ao comércio online de produtos sustentáveis na área da higiene e beleza pessoal. Criou a marca e a linha de produtos, que já vende para diferentes países, enquanto a Bildia desenvolveu uma plataforma integrada de software para agilizar a aquisição de serviços e produtos na indústria da construção civil. Objetivo: reduzir o tempo e o custo de planificação e execução de obras.

Nesta lista estão mais três plataformas de software. A da Gorodata, que usa inteligência artificial treinada para procurar na internet sinais de potencial compra de produtos ou serviços por grandes empresas. Uma informação que pode ajudar a impulsionar as vendas de fornecedores nessas áreas.

A plataforma de gestão de projetos da Planless, que recorre igualmente a IA, permite fazer o planeamento automático do trabalho de equipa. A solução desenvolvida pela Spotline usa dados de imagens GPS para monitorizar infraestruturas e vegetação. O sistema permite fazer a análise alargada de um leque abrangente de riscos, em função dos dados que recolhe.

Este ano, candidataram-se já ao programa que junta a Indico à Google for Startups 177 empresas, num crescimento face ao ano de estreia, quando se registaram 140 candidaturas. As candidaturas continuam abertas. 

As seis startups selecionadas, juntam-se a outras 20 já investidas pela Indico - capital de risco fundada em 2017 por Stephen Morais, Ricardo Torgal e Cristina Fonseca -, que desde 2019 angariaram de investidores um total de 687 milhões de euros. Nesse leque estão também as empresas que integraram a edição de 2020 do programa com a Google que, além do investimento conseguido pela participação na iniciativa, já conseguiram captar financiamentos adicionais de 3,7 milhões de euros.

Não perca as principais novidades do mundo da tecnologia!

Subscreva a newsletter do SAPO Tek.

As novidades de todos os gadgets, jogos e aplicações!

Ative as notificações do SAPO Tek.

Newton, se pudesse, seguiria.

Siga o SAPO Tek nas redes sociais. Use a #SAPOtek nas suas publicações.