SOSPlus, Imagine Apps, WETEST Urbego & R!SKLY, Magnar, KLC, TriggerSystems, Openly, TICKEY, 1%club, URBIK, Green By Web e Connect Robotics, provenientes de sete países, foram as 12 startups selecionadas, que pode conhecer um pouco melhor a seguir.

 

Depois do momento de seleção, segue-se a fase de experimentação, que arranca a 12 de Julho e dura até 11 de Outubro. Será no dia seguinte, no Demo Day, que as diferentes equipas apresentam os seus projetos e conclusões.

Recorde-se que o programa Smart Open Lisboa é promovido pela Câmara Municipal de Lisboa, Turismo de Portugal, Portugal Telecom, Cisco, Grow Mobility (by Brisa), EPAL, Sharing Cities e Masai e coordenado pela Beta-i.

“A ideia passa por transformar Lisboa num laboratório vivo de inovação, sempre numa ótica centrada em resolver problemas e facilitar a vida aos utentes e cidadãos”, referem os promotores. “Fazer de Lisboa uma cidade qua aposta na criatividade e no empreendedorismo, e tirar partido desse investimento para melhorar a qualidade de vida das pessoas”.