A Reditus terminou o primeiro semestre de 2011 com prejuízos de 2,7 milhões de euros, valor comparável com os 223 mil euros de lucro conseguidos em igual período de 2010. Na origem dos resultados está o investimento na expansão internacional.



O volume de negócios aumentou 11,6% para 54,7 milhões, enquanto os proveitos operacionais se situaram nos 55,8 milhões de euros, representativos de uma subida de 11,9% face aos primeiros seis meses do ano anterior.



A passagem do lucro ao prejuízo é justificada com o investimento no estrangeiro, que ainda não terá começado a dar rentabilidade suficiente, apesar das vendas internacionais terem crescido 47% no semestre. Os projetos internacionais representam atualmente 29,4% do negócio total.



Por áreas, IT Outsourcing é responsável por 24,3% do volume de negócios, enquanto a área de IT Consulting, por seu turno, representa 56,8%. O BPO (Business Process Outsourcing) constituiu 18,8% do total das receitas.



Refira-se que a tecnológica portuguesa fechou o ano passado com um volume de negócios de 115,6 milhões de euros, num crescimento de 18,5 por cento face ao ano anterior, com as vendas internacionais a representarem 37 por cento do volume de negócios.





Escrito ao abrigo do novo Acordo Ortográfico

Não perca as principais novidades do mundo da tecnologia!

Subscreva a newsletter do SAPO Tek.

As novidades de todos os gadgets, jogos e aplicações!

Ative as notificações do SAPO Tek.

Newton, se pudesse, seguiria.

Siga o SAPO Tek nas redes sociais. Use a #SAPOtek nas suas publicações.