A Apple apresentou resultados financeiros do terceiro trimestre superando todas as expectativas. A empresa melhorou os lucros em 47 por cento, muito devido à boa performance das divisões de computadores e telemóveis.

As vendas do iPhone melhoraram 7 por cento e as vendas na unidade responsável pela comercialização dos Mac aumentaram 17 por cento, contribuindo para um aumento global das vendas da empresa na ordem dos 25 por cento.

Enquanto a Nokia ainda na semana passada se estreava nos prejuízos e várias outras empresas do sector lutam para não acentuar os efeitos da crise, a Apple surpreendeu o mercado pela positiva com os seus lucros recorde de 1,67 mil milhões de dólares (1,1 mil milhões de euros).

No próximo trimestre os analistas também consideram altamente improvável que a Apple venha a sentir os efeitos da crise, ou não estivesse a empresa prestes a iniciar as vendas do iPhone na China e não tivesse já assinados acordos com novos operadores em vários países onde o telemóvel já é comercializado, como no Reino Unido, o que certamente irá assegurar o aumento da sua penetração.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Notificações

Subscreva as notificações SAPO Tek e receba a informações de tecnologia.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.