Aproveitando a visita oficial do Presidente da República, Aníbal Cavaco Silva, ao México, várias empresas portuguesas formaram uma comitiva de representação tendo em vista o estabelecimento de parcerias. A JP Inspiring Knowledge também se fez representar através do seu administrador, João Paulo Sá Couto, que revelou os planos da tecnológica para aquele país.



O objetivo principal é abrir uma unidade de produção de Magalhães no México no curto prazo. A ideia foi revelada ao Jornal de Negócios e justificada com o facto de a área da educação estar a crescer no país da América Latina.



“Já fizemos as primeiras vendas, estamos a criar uma sucursal para vender diretamente no país. Vemos oportunidades no retalho, temos o projeto da educação e vemos também oportunidades no mercado empresarial”, revelou o administrador.



Encontrar um parceiro de negócio parece ser a prioridade principal da empresa no momento. “Se arranjarmos o parceiro ideal para que possamos produzir lá é isso que vai acontecer, como fazemos no Brasil”. O projeto para criar uma unidade de produção no México é para ser concretizado no curto prazo, entre o final deste ano e 2015.



As expectativas são de que as receitas no México “subam bastante”, depois de em 2013 a JP Inspiring Knowledge ter faturado naquele país o equivalente a 22 milhões de euros.



Em junho do ano passado a tecnológica portuguesa fechara um acordo de 25 mil portáteis Magalhães para o país da América Latina, num contrato de seis milhões de dólares.


Escrito ao abrigo do novo Acordo Ortográfico

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Notificações

Subscreva as notificações SAPO Tek e receba a informações de tecnologia.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.